Administração Magento – Parte 2

Loja Magento

Configuração de Vendas

O Magento permite ao usuário gerenciar a venda de cada pedido. Isso pode ser feito manualmente com a funcionalidade nativa do Magento. Nesta seção, discutiremos como configurar os métodos de envio e os gateways de pagamento padrão e o que é necessário para colocá-los em funcionamento para receber o pagamento do primeiro pedido.

Envio

No menu “Lojas / Vendas , onde você pode oferecer a seus clientes algumas opções de entrega. Neste guia, mostraremos a você como configurar um método de frete por taxa fixa e uma opção de Frete grátis se seus clientes gastarem acima de um determinado valor (consulte Montante do pedido mínimo abaixo). Está disponível uma configuração mais avançada, como as tabelas de preços e a integração direta com correios como DHL e DPD. No entanto, isso será abordado em um guia futuro.

Primeiro, veremos o frete grátis. Essa é uma ótima maneira de estimular clientes a gastar um pouco mais oferecendo frete grátis para compras acima de um valor especificado, por exemplo, R$300,00. Para ativar acesse a sessão “Métodos de Envio”:

  1. Mudar Habilitado para “Sim”;
  2. Definir um “Título” na forma que deseja-se que clientes leiam no checkout, por exemplo, “Frete grátis”;
  3. “Nome do Método” – isso também será exibido para o cliente (veja imagem abaixo);
  4. “Quantidade de pedido mínimo” – define o valor (e não a quantidade) que deseja que seus clientes gastem antes que essa opção esteja disponível. Você deve inserir apenas o número, e não o símbolo da moeda, já que essa configuração pode, em teoria, ser usada por várias moedas quando usada com várias lojas.

Frete Grátis

Isso é tudo que precisa-se fazer para configurar uma opção de frete grátis para clientes. Agora, vejamos a opção “Taxa Fixa”, que dá a oportunidade de definir um preço de frete fixo por item ou pedido. Isso é também é muito simples de configurar:

  1. Ativado – mude para Sim;
  2. Defina um “Título” na forma que deseja-se que clientes leiam no checkout, por exemplo, “entrega em até 5 dias úteis”;
  3. “Nome do Método” – isso também será exibido para o cliente (veja imagem abaixo);
  4. Tipo – defina a taxa de envio a ser calculada por item ou por pedido;
  5. Preço – defina o valor pela entrega, novamente deve-se inserir apenas o número e não o símbolo da moeda;
  6. Calcular Taxa de Processamento – utilizar quando deseja-se cobrar uma taxa de manuseio por pedido, pode-se definir uma taxa fixa por pedido ou um valor percentual do pedido;
  7. Taxa de Manuseio – se ficar em branco, os clientes não receberão uma taxa de manuseio por pedidos. Para cobrar uma taxa de manuseio, basta adicionar o valor numérico da taxa fixa ou percentual que deseja-se cobrar (por exemplo, 10, adicionar 10 sem símbolo de moeda e, por exemplo, 6%, adicionar 0,06 ).

Taxa de Frete

Pagamentos

Assim, com o frete configurado, vejamos os Pagamentos em “Forma de Pagamento”. A título de exemplificação vamos detalhar o uso do “PayPal Checkout Rápido”, que é um gateway popular que vem nativamente no Magento 2. Outros gateways, como o PagSeguro e Moip, também estão disponíveis para o Magento 2, o qual falaremos especificamente em um futuro post.

Primeiramente deve-se definir o local do comerciante para o país onde você como um comerciante está baseado. Para isso deve-se selecionar o País Padrão que foi definido na configuração Geral, mas que pode ser alterado.

Pais do Comerciante

A configuração do PayPal na seção “PayPal Checkout Rápido” deve-se clicar no botão Configurar. Aparecerá uma caixa com os dados de configuração.

Para simplificar, basta informar o e-mail associado a conta PayPal, Nome do Usuário, Senha e Assinatura da API e pronto, basta salvar e ativar.

Checkout Paypal

Por fim, personalize como será exibido para o cliente informando o Título, Ordenação e as Configurações Avançadas.

Taxas

Com a configuração do PayPal Express, fica faltando pouco para aceitar pagamentos na loja. Antes de publicar os produtos, precisamos definir as regras básicas de imposto. Veja abaixo alguns pontos importantes:

  • País de vends
  • Produtos a venda (alguns países têm reduções de impostos em determinados tipos de produtos, como itens alimentícios)
  • Tipo de cliente (por exemplo, algumas empresas podem não ter que pagar impostos sobre produtos que compram).

Para simplificar esta apresentação, vamos assumir um imposto único de 18% para todos os produtos.

Primeiro precisa-se verificar algumas configurações na Configuração do Magento, clicando em Lojas > Configuração > Vendas > Taxa. Há muitas possibilidades de configuração aqui, então deve-se buscar auxílio de um contador profissional para ajustar em acordo com as regras do negócio. Por enquanto, vamos ver apenas o essencial:

Configurações de Cálculo

A configuração padrão pressupõe que seja adicionado preços de produtos sem imposto e que o Magento ficará responsável pelo cálculo e adição automaticamente.

Imposto no Magento

Marque “Brasil” para o “Cálculo Padrão da Taxa de Destino” e em “Configurações de Exibição de Preço”, se for uma empresa B2C que vende diretamente para os clientes, defina como “Incluindo Imposto” para exibir preços de produtos no catálogo.

Em “Definições de visualização do carrinho de compras” se for necessário exibir os preços incluindo os impostos, no carrinho e na finalização da compra, deve-se então alterar os “Preços de exibição” e “Subtotal de exibição” para “Incluindo imposto”. Se o texto acima for alterado, também será necessário definir “Incluir Imposto no Total Geral” para “Sim”.

incluindo imposto

Em “Order, invoice, Credit Memos Display Settings” recomendamos que seja replicado as configurações feitas para as “Definições de visualização do carrinho de compras” na etapa anterior.

Feito isso, agora pode ser criada a regra de Imposto, que pode ser encontrada em “Taxas de Imposto” na seção “Lojas” na navegação principal. No Magento 2, é muito mais rápido configurar isso do que no Magento 1, já que você pode criar “Zonas de Impostos e Tariifas” enquanto cria-se a regra. Então, vamos clicar em Regras de impostos, seguido por “Adicionar nova regra de imposto”.

Adicionar o nome da Regra Fiscal, por ex. “Imposto Único” e em seguida clicamos em “Adicionar Nova Taxa de Imposto” abaixo da “Taxa do Imposto”.

taxas de imposto

Ao clicar em “Adicionar Nova Taxa de Imposto”, abri-se uma sobreposição na qual poderá inserir uma nova “Taxa de Imposto” e em seguida adicionar o seguinte:

  • Identificador Fiscal – Ex: Imposto Único;
  • Código Postal está no Intervalo – deixar desmarcado;
  • CEP – Deixar o ‘*’ aqui, pois ele será aplicado a todos os códigos postais;
  • Estado – Deixar também com ‘*’;
  • Em País – Deixar ‘Brasil’;
  • Porcentagem da Taxa – inserir “18”.

taxas

Pronto, com isso foi criada uma nova Taxa de Imposto de 18%. Basta salvar e estará aplicado.

No próximo post daremos sequência apresentando a administração de Categorias e Produtos.

*** A OctalMind é uma empresa especializada no desenvolvimento de sistemas de alta tecnologia.