Reação dos mercados de criptos ao caso Tether-Bitfinex

bitfinex

Os mercados de criptomoeda sofreram uma perda de até US$10 bilhões na última quinta-feira, após alegações de que a corretora Bitfinex cobriu um déficit de US$850 milhões usando o Tether (USDT) que é uma moeda teoricamente indexada ao dólar com paridade de 1 pra 1.

Caso sob investigação

O escritório da Procuradoria Geral de Nova York alegou em comunicado na própria quinta-feira que a Bitfinex perdeu US$850 milhões e usou fundos corporativos e de clientes do operador da Stablecoin Tether para cobrir o rombo.

As alegações parecem ter afetado a paridade do USDT com o Dólar Americano, e abalaram a confiança do mercado que desencadeou um sell-off total com criptos maiores em valor de mercado, como Éter e XRP, com queda de 6,99 e 4,8%, respectivamente.

Com base nos dados do CoinMarketCap, a capitalização geral do mercado de criptografia caiu US$10 bilhões para US$167 bilhões em torno da hora UTC de sexta-feira, e desde então subiu acima de US$172 bilhões no período da imprensa.

Queda do USDT

Às 21:00 (0 GMT) de quinta-feira, o preço do USDT começou a cair de US$1,00 para US$0,995, segundo dados das corretoras Kraken e OKCoin – duas das principais corretoras que possuem mercado entre USDT e Dólar Americano.

O preço do USDT, desde então, subiu de volta e está atualmente em torno de US$ 0,97 com tendência de alta. De qualquer forma ainda paira muitas incertezas.

Outros ativos de stablecoin como USDC, TrueUSD, PAX e GUSD permanecem na faixa verde entre 0,25% e 3%, como resultado da transferência de fundos dos investidores para algumas das outras alternativas mais reguladas.

Curiosamente, o Maker (MKR), o ativo de criptografia por trás do projeto Stablecoin MakerDAO, caiu 14,65% em um período de 24 horas, tendo perdido US$73 em valor sendo atualmente a pior entre os 25 principais criptos. Tudo isso apesar das recentes atualizações para estabilizar seu valor através de um aumento de taxa.

As alegações da Bitfinex

No sábado a Bitfinex enviou um e-mail aberto onde tenta dar a sua versão aos fatos:

“Os materiais, que não constituem uma queixa civil ou criminal, são, a nosso ver, preenchidos com imprecisões e falsas afirmações. Em particular, queremos assegurar-lhe que a alegação de que “perdemos” US$850 milhões é categoricamente falsa. Fomos informados de que essas quantias – no todo ou em parte substancial – são, de fato, apreendidas e salvaguardadas em várias jurisdições, incluindo a Polônia, Portugal, o Reino Unido e os Estados Unidos. Estamos trabalhando ativamente para exercer nossos direitos e resoluções para fazer com que esses recursos sejam liberados. Estamos confiantes em nossa capacidade de apresentar argumentos claros, coerentes e convincentes para recuperar esses fundos. E tenha certeza de que iremos desafiar vigorosamente as afirmações falsas feitas pelo escritório do Procurador Geral de Nova York em seu arquivamento.”

“Estamos aqui para lhe dizer que somos bons atores no espaço digital token, e sempre agimos com você, o cliente, como nossa primeira prioridade. Nós sempre levamos nossas obrigações legais muito a sério e continuaremos a fazê-lo. Continuamos a cooperar com reguladores em todo o mundo, à medida que buscam aprender mais sobre nossos negócios. Mas não permitiremos que esse espírito de cooperação e boa vontade seja usado para ameaçar nossos clientes.”